Como aumentar os telômeros?


O nome “telômeros” vem do grego e significa “parte final”. É exatamente o que são os telômeros: as extremidades dos cromossomos, como aquelas pontas de plástico dos cadarços do tênis.


Eles são partes do DNA muito repetitivas e não codificantes – sua função principal é proteger o material genético que o cromossomo transporta.


Na medida em que nossas células se dividem para se multiplicar e para regenerar os tecidos e órgãos do nosso corpo, a longitude dos telômeros vai se reduzindo e, com o passar do tempo, eles vão ficando mais curtos.


Quando finalmente os telômeros ficam tão pequenos que já não são mais capazes de proteger o DNA, as células param de se reproduzir: alcançam um estado de “velhice”.


Afinal, como aumentar os telômeros?


Os Telômeros são sequências repetitivas de DNA que existem nas extremidades de todos os cromossomos humanos.


O encurtamento destas células está relacionado aos hábitos de cada indivíduo e faz parte do ciclo natural da vida.


Isto porque a mistura de vegetais, azeite, peixe fresco e frutas podem manter as pessoas geneticamente mais jovens, uma vez que o consumo destes alimentos está relacionado com o encurtamento dos Telômeros.


Um estudo publicado no British Medical Journal a respeito da importância da dieta mediterrânea como receita de longevidade.


Nos resultados constatou-se maior adesão à dieta mediterrânea associada a telômeros mais longos após ajuste para potenciais fatores de confusão. As pontuações z do comprimento dos telômeros médios dos mínimos quadrados foram -0,038 (SE 0,035) para os grupos de pontuação da dieta mediterrânea mais baixa e 0,072 (0,030) para o grupo mais alto (P para tendência = 0,004).


A dieta mediterrânea tradicional é caracterizada por uma alta ingestão de vegetais, frutas, nozes, legumes e grãos (principalmente não refinados); uma alta ingestão de azeite, mas uma baixa ingestão de lipídios saturados; uma ingestão moderadamente alta de peixe; baixa ingestão de laticínios, carnes e aves; e uma ingestão regular mas moderada de álcool (especificamente vinho às refeições).


Estudos observacionais e ensaios de intervenção têm demonstrado consistentemente os benefícios para a saúde de um alto grau de adesão à dieta mediterrânea, incluindo redução da mortalidade geral; redução da incidência de doenças crônicas, especialmente as principais doenças cardiovasculares; e aumento da probabilidade de envelhecimento saudável.


O que são os telômeros e para que servem?


Segundo a literatura científica, os telômeros são sequências repetitivas de DNA nas extremidades dos cromossomos eucarióticos que sofrem atrito cada vez que uma célula somática se divide.


Os telômeros evitam a perda de DNA genômico nas extremidades dos cromossomos lineares e, por sua vez, protegem sua integridade física. O desgaste dos telômeros demonstrou ser acelerado pelo estresse oxidativo e pela inflamação.


O comprimento dos telômeros é considerado um biomarcador do envelhecimento: telômeros mais curtos estão associados a uma diminuição da expectativa de vida e aumento das taxas de desenvolvimento de doenças crônicas relacionadas à idade.


O comprimento dos telômeros diminui com a idade e varia consideravelmente entre os indivíduos.


Estudos sugerem que o atrito dos telômeros é modificável, pois existe uma variabilidade substancial na taxa de encurtamento dos telômeros que é independente da idade cronológica.


Um exemplo disso é o estudo que associa de ansiedade crônica com a diminuição dos telômeros.


Portanto, a variabilidade do comprimento dos telômeros pode ser parcialmente explicada por práticas de estilo de vida, incluindo padrões alimentares.


Telômeros e longevidade saudável: qual a relação?


Considerando as descobertas reveladas ao longo deste artigo, é possível compreender a extensa relação entre a importância do estilo de vida saudável e a promoção de aumento dos telômeros.


Quando uma pessoa se encontra em equilíbrio, ela pode trazer para si experiências de bem-estar e longevidade saudável.


Quando consideramos a importância do equilíbrio hormonal para ter uma vida saudável e, consequentemente, ocasionar o aumento dos telômeros a partir de tais hábitos, vemos a importância que cada detalhe e escolha nas nossas vidas pode ter consequências.


É claro que o processo de restauro, não somente dos telômeros, mas também de outras estruturas do corpo humano, é um processo individual.


Por conta disso, torna-se indispensável o acompanhamento profissional médico para que seja conduzida uma avaliação individualizada e focada nas necessidades de cada pessoa, provocando a redução para o risco de desgaste precoce dos telômeros.