Conheça a importância de um profissional de saúde em seu processo de transição alimentar

Saiba porque é importante fazer um acompanhamento nutricional quando se decide adotar uma nova dieta


As dietas orgânicas, vegetarianas e veganas estão em alta ultimamente por causa dos seus inúmeros benefícios para a saúde. É cada vez maior o número de adeptos dessas dietas que prometem mais longevidade e bem-estar.


Mas você sabia que é importante contratar um profissional da área da saúde durante o seu processo de transição alimentar?


Seu corpo precisa se adaptar à nova dieta


Quando decidimos mudar radicalmente nossa forma de se alimentar e adotamos uma dieta vegana, por exemplo, nosso corpo vai sentir os efeitos dela, pelo menos nos primeiros meses.


O organismo leva um bom tempo para se acostumar com os alimentos permitidos da dieta e com a ausência de outros que são proibidos. Por isso, o acompanhamento nutricional é necessário para que seja traçado um plano alimentar de acordo com as suas necessidades diárias.


O organismo não pode ficar com carência de vitaminas e nutrientes


Em algumas dietas mais restritivas, deixamos de ingerir determinados alimentos importantes para o bom funcionamento do organismo, o que pode deixá-lo em falta de certas vitaminas, minerais e nutrientes.


Por isso, um profissional da saúde vai indicar quais alimentos devem ser ingeridos para que o corpo fique bem suprido. Ele vai indicar a substituição dos alimentos proibidos por sua dieta por outros permitidos, mas que tenham o mesmo valor nutricional.


Você deve perder peso com saúde


Se o seu objetivo de adotar uma nova dieta é perder peso ou se manter mais saudável por mais tempo, contar com um nutricionista é fundamental para que o corpo não reaja a nenhum tipo de alimento. Lembre-se de que você deve emagrecer com saúde e o seu organismo precisa estar funcionando a todo vapor com a sua nova dieta. E somente um profissional da saúde é quem pode prescrever qual o melhor cardápio para você.


Avaliação clínica periódica é necessário


Mesmo depois que você já tenha passado da fase de transição alimentar em sua nova dieta, é necessário uma avaliação clínica periódica com um nutricionista ou um médico.


O profissional vai solicitar exames de sangue para detectar se o seu organismo está com deficiência de nutrientes, níveis de colesterol e glicemia, além de fazer exames clínicos para maior controle. O recomendado é que essa avaliação periódica seja feita a cada 6 meses, durante os dois primeiros anos da adoção da sua nova dieta.


Dessa forma, não seja negligente e conte com a ajuda de um médico ou nutricionista durante a sua transição alimentar.