Exercícios em espaços pequenos: algumas dicas

Mantenha a segurança e entenda que os resultados serão outros

Em época de isolamento social, os espaços públicos aparecem nos telejornais, muitas vezes, vazios. E também é assim nas academias, sejam elas nos condomínios ou shoppings das principais cidades do país.


Mas, manter-se em movimento é importante para a saúde, certo? Por isso, preparamos algumas dicas para ajudar você a seguir com uma rotina de exercícios mesmo com espaço reduzido. Afaste o sofá, empilhe a cadeira e vamos suar!


Abra espaço para sua performance

Fazer exercícios requer alguma liberdade de movimentos. Na hora de preparar, então, seu pequeno espaço para gastar sua energia, uma dica é liberar uma área equivalente a dois metros quadrados pelo menos. Uma boa dica é fazer a posição aberta do polichinelo para ver se nenhuma parte do corpo esbarra em nada. Além disso, deite com cuidado e estique as pernas e braços para também realizar esse teste inicial.


Uma dica importante na hora de abrir espaço é ter a certeza que os seus movimentos não vão desequilibrar móveis e utensílios domésticos que estejam arrumados em algum canto para liberar esse espaço.


Consulte seu personal ou apps especializados para adaptar rotinas

Uma questão muito importante é contar com a ajuda especializada de alguma forma. Se você já tem a sorte de contar com um personal trainer, peça que ele adapte suas séries não só ao espaço disponível, como também às mudanças de alimentação e gasto de energia, caso você esteja em isolamento social. É muito importante considerar essas variáveis para não exagerar ou imprimir menos energia do que precisa, tá bem?


Não exija demais do espaço

É bom ter em mente que tudo no mundo passou por adaptações em 2020. Sendo assim, mesmo entendendo que sua sala de estar ou quarto pode ajudá-lo a manter a forma é importante ter em mente até onde o seu espaço pode ajudá-lo.