top of page

Por que o Ômega-3 é importante para a saúde?

Você provavelmente já ouviu falar de ácidos graxos ômega-3. Eles são bem conhecidos por seus benefícios à saúde e supostamente podem ajudar a combater tudo, desde doenças cardiovasculares até depressão.


Mas será que ele é realmente capaz de proporcionar tantos benefícios à saúde? O que diz a ciência? Para explicar de forma detalhada todos os benefícios que o ômega-3 pode proporcionar à saúde, compartilhamos com você o artigo abaixo.

Siga a leitura e tire todas as suas dúvidas agora mesmo!

O que é o ômega-3?

Cerca de 90% de nossas gorduras alimentares vêm na forma de triglicerídeos, que são compostos de ácidos graxos e glicerol. Os ácidos graxos consistem em uma cadeia de átomos de carbono, com um grupo metil em uma extremidade e um grupo ácido na outra.

Cada átomo de carbono tem um número de átomos de hidrogênio ligados a ele – o número exato de átomos de hidrogênio em cada carbono depende se a gordura é saturada ou insaturada.

Os ácidos graxos saturados contêm o nível máximo de átomos de hidrogênio possível, enquanto nos ácidos graxos insaturados, alguns dos átomos de hidrogênio estão ausentes e foram substituídos por ligações duplas entre os átomos de carbono.

Os ácidos graxos ômega-3 são tipos de gordura conhecidos como gorduras essenciais monoinsaturadas. Ao contrário de outras gorduras que seu corpo pode construir a partir dos blocos de construção brutos, as gorduras essenciais devem vir de sua alimentação.

Existem três tipos de ômega-3:

  • docosahexaenóico (DHA)

  • eicosapentaenóico (EPA)

  • alfa-linolênico (ALA)

DHA e EPA são os dois que vêm principalmente de peixes e outros frutos do mar. O ALA é o mais prevalente na dieta ocidental, assim como na gordura animal e no óleo vegetal.

Infelizmente, o corpo usa predominantemente o ALA como fonte de energia, então os benefícios reais vêm tanto do EPA quanto do DHA.


Quais os benefícios do ômega-3?

Os principais benefícios do ômega-3 para a nossa saúde, de acordo com evidências científicas, são:

Saúde dos Olhos

O tipo DHA de ômega-3 é o ácido graxo primário que compõe a retina do olho (camada de tecido na parte de trás do olho que detecta a luz e sinaliza ao cérebro para que você possa ver).

Pesquisas mostram que o DHA é essencial durante a gravidez e durante a amamentação para apoiar o desenvolvimento saudável dos olhos no feto e no bebê.

Continua a ser importante ao longo da sua vida para a saúde dos olhos. Pesquisas também sugerem que o ômega-3 adequado ajuda a reduzir o risco de problemas oculares, como degeneração macular relacionada à idade (perda da visão central).

Reduzir a inflamação

Estudos indicam que o ômega-3 desempenha um papel importante na prevenção da inflamação. Quando o corpo decompõe o ômega-3, ele os usa para criar compostos anti-inflamatórios e antioxidantes. Assim, ajuda a reduzir a inflamação e protege as células contra danos.

Acredita-se que a inflamação desempenha um papel no desenvolvimento de muitas condições crônicas, como doenças cardíacas, diabetes, câncer e artrite. Portanto, reduzir a inflamação pode ajudar a diminuir o risco dessas doenças crônicas e seus sintomas.

Melhorar a saúde do coração

As doenças cardiovasculares são uma das principais causas de morte. O ômega–3 pode ajudar a melhorar indicadores importantes da saúde do coração e diminuir o risco de doenças cardiovasculares.

O ômega-3 ajuda:

  • Reduzir os triglicerídeos

  • Reduzir a pressão arterial

  • Pode prevenir a formação de placas (depósitos de gordura e cálcio) nas artérias

Aumente a saúde do cérebro infantil

Os ômega-3 são essenciais para o desenvolvimento saudável do cérebro no útero e no início da vida. Pesquisas mostram que DHA é o principal ácido graxo usado para criar as membranas celulares no cérebro. E a maior parte do crescimento cerebral acontece durante os primeiros seis anos de vida.

As mesmas pesquisas sugerem que tanto o EPA quanto o DHA são igualmente eficazes no aumento dos níveis de DHA no cérebro. Portanto, consumir quantidades adequadas desses nutrientes é essencial durante a gravidez e lactação e na infância.

Pode ajudar a evitar doenças autoimunes

Muitas doenças autoimunes podem ser desencadeadas ou agravadas por inflamação crônica. Reduzir a inflamação, como já mencionamos, pode ajudar a controlar os sintomas e retardar a progressão da doença. A inflamação é parte da resposta imune à infecção, doença e lesão.

Doenças autoimunes são condições nas quais o sistema imunológico confunde células saudáveis ​​com problemas e as ataca. Pesquisas sugerem que o ômega-3 pode ajudar a reverter a progressão de doenças autoimunes e inflamatórias como:

  • Lúpus

  • Esclerose múltipla

  • Doença inflamatória intestinal

  • Osteoartrite

  • Artrite reumatoide

Ajuda a proteger contra o Alzheimer

Mudanças na saúde do cérebro e declínio cognitivo são efeitos colaterais comuns do envelhecimento. Ainda assim, vários estudos mostram que o ômega-3 pode proteger a saúde do cérebro durante o envelhecimento e diminuir o risco de doença de Alzheimer.

Uma revisão sistemática descobriu que os suplementos de ômega-3 podem ajudar a melhorar o desempenho cognitivo em pessoas com sintomas leves da doença de Alzheimer.

Pode reduzir a depressão

O ômega-3 também pode proteger a saúde do cérebro, diminuindo o risco de algumas condições de saúde mental, como esquizofrenia e depressão.

Um estudo de 2019 descobriu que os suplementos de ômega-3 com EPAs ajudaram a melhorar os sintomas de depressão em pacientes.


Inclua ômega-3 no seu dia-a-dia

Como fica claro, o ômega-3 é um poderoso aliado para quem deseja uma longevidade saudável. E as fontes naturais incluem peixes como salmão e atum, ostras, nozes, algas, sementes de chia e de linhaça.

Mas conseguir as doses ideais diárias por meio da alimentação nem sempre é fácil. Aí entra em cena a suplementação, com um profissional de saúde lhe indicando a dosagem ideal para você. Lembrando que cada pessoa é única, e por isso cada um necessita de doses diferentes de suplementos, de acordo com suas necessidades.



Fonte: Longevidade saudável

Comments


bottom of page